sexta-feira, 9 de abril de 2010

DEU SAUDADE

Deu Saudade
(Roberto Mendes/ Herculano Neto)

Eu vou embora eu aqui num fico mais
(Eu vou embora eu aqui num fico mais)
Porque deu saudade, ai ai
(Porque deu saudade, ai ai)

Que dor minha mãe
Que dor minha mãe
Que dor minha mãe, que dor...
(É porque deu saudade)

Eu vou embora, minha mãe eu vou
Eu vou embora, vou rever o meu amor

Eu vou embora
Nem que seja de bonde
Nem que seja de barco
Nem que seja a pé
(Porque deu saudade).

Eu vou minha mãe
Eu vou minha mãe
Eu vou minha mãe (eu vou)

Quer ir mais eu vâmo
Quer ir mais eu vombora
(Porque deu saudade, ai ai)



Outro dos meus trabalhos musicais. Agora é Alcione que interpreta essa canção ao lado do baiano Roberto Mendes, uma composição que mais parece um pout-pourri devido às suas muitas possibilidades de refrão. Lançada em 2008 no disco CIDADE E RIO, pela gravadora Biscoito Fino, e regravada em 2009 pelo cantor pernambucano Gonzaga Leal.

31 comentários:

  1. Deve ser maravilhoso ter uma interprete desse naipe, apresentando o seu trabalho. Parabéns!!!
    Uma graça a letra!

    BeijooO'

    ResponderExcluir
  2. De cara, dá para perceber que as letras que compõem este blog vêm de um artista.
    Talento incrível!
    De pé, aplausos para você.

    Obrigada pela visita! Volte sempre que quiser!!

    Beijitos!

    ResponderExcluir
  3. Saudade. Já penso nesse sentimento com tanta propriedade que é quase como se fizesse parte de mim.
    Bela canção.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Saudade é uma coisa que dói lá no fundo...

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Que música gostosa de ouvir... Parabéns!

    Deu vontade de ir embora, ir ver o meu amor... rs.

    Abraços, meu caro.

    ResponderExcluir
  6. saudade de mim mesmo, saudade sob a aparência de remorso, de tanto que não fui, a sós, a esmo, e de minha alta ausência em meu redor.
    versos de carlos drummond...
    meuabraço,
    luis de la mancha

    ResponderExcluir
  7. Parabéns!! E obrigado pela sua visita é sempre bem vindo. Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Para quem quiser baixar:
    http://www.4shared.com/audio/YOkz2395/Roberto_Mendes_e_Alcione_-_Deu.html

    ResponderExcluir
  9. Cara, parabéns, de verdade. Tudo aqui e tudo que faz é muito bom. Parabéns. Beejo. :)

    ResponderExcluir
  10. Ousadamente parafraseio Clarice, saudade é dor que só passa depois que vc comer a presença do objeto daquela saudade! rs.

    Obrigada pela visita, e pelo presente do teu dom. Ser brasileiro com este dom e corajosamente exerce-lo é para poucos!

    um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Lindo!!!!
    Parabéns minha amada.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  12. dor da saudade!!
    quanto é profundo
    não existe mar para megulhar na saudade poema pra declamar que possar a dor da saudade...

    ResponderExcluir
  13. aqui... molejo de samba de roda. Adoro!

    ResponderExcluir
  14. Adorei o blog!!!

    Seguindo e linkando. Voltarei sempre!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  15. letra linda e música de Roberto. Eita meu Sto Amaro!!!!

    ResponderExcluir
  16. é uma pena q eu não conheça a musica, mas vou ovi-la
    ;*

    ResponderExcluir
  17. Tô bôbo, passei aqui sem querer e adorei!!!
    Muito bom ter encontrado esse blog, seu blog.
    Parabéns! e um Abraço forte do seu novo fã.
    Te sigo.

    ResponderExcluir
  18. graças a Deus amar nunca e demasi ,FATO!

    ResponderExcluir
  19. A dor dessa tal de saudade machuca tanto...
    Mas ela é sinal de que vivemos e que continuamos vivos!

    ResponderExcluir
  20. A saudade por vezes dói, por vezes é doce, mas onde está o Amor, ela nunca falha.

    Parabéns, gostaria de ouvir cantadoi o teu poema.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Parabéns menino.

    O ritmo é uma delicia que só , ficou bonita pra daná a musica.
    E saudade né...quem nunca sofreu essa danada...ai ai

    bjo Neto...oVô deve sentir orgulho docê

    Erikah

    ResponderExcluir
  22. És um artista! E na voz da Marron, tudo fica colorido.

    Ô delícia...
    (mexendo as cadeiras).

    Abraço aí.

    ResponderExcluir
  23. ... chega a dar saudade quando a gente não encontra coisa tão bonita assim pra ler, depois de um dia ter lido sobre uma saudade como esta...

    Ah, que quero ir também! Nem que seja a pé!

    ResponderExcluir
  24. E com saudades remexi. Delícia de se ouvir. O mais interessante é que você reinventou o ritmo da saudade, Herculano.

    Muito bom!

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails