quinta-feira, 26 de agosto de 2010

ADEUS...


          Um dia, encontrei uma linda morena no Tororó. Mas, diferentemente da cantiga de roda, sempre voltei para revê-la. Durante muito tempo, sorrimos, gritamos e choramos juntos (não tem preço a alegria que ela me proporcionou).
          Infelizmente, os últimos tempos foram apenas de sofrimentos. Às vezes penso que sua morte foi até um alívio. Antes mesmo do acidente, ela já andava entristecida, sem o brilho de outrora. Nessa época, minhas visitas se tornaram cada vez menos frequentes. Quando me disseram que ela estava internada e que seu estado era grave, confesso que não tive coragem de reencontrá-la – não suportaria vê-la naquela situação.
          Sei que domingo será o seu funeral, e o domingo era o dia em que mais nos divertíamos, no entanto não irei. Prefiro guardar para o fim a lembrança mais bonita.

43 comentários:

  1. No dia 29 de agosto de 2010, será implodido o estádio da Fonte Nova, localizado próximo ao Dique do Tororó, em Salvador. Mesmo sabendo que será construído no local uma moderna arena que sediará jogos da Copa do Mundo de 2014, imaginar seus escombros é simbólico demais para eu manter minha indiferença.

    ResponderExcluir
  2. Isso me lembrou quando destruiram a fazenda atrás da minha antiga casa para fazerem o rodoanel...
    Nunca quis ir lá, pra poder manter na minha mente a idéia do campo verde onde passeiei com família e amigos. Certas modificações são estranhas... inaceitáveis!

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Que jeito mais lindo de despedir-se da querida Fonte: morena. Adorei!

    É um pedaço nosso, um pedaço de nossa querida terra que vai ao chão.
    Não tem como não sentir uma dorzinha lá no fundo, mesmo sem ter sido uma frequentadora assídua, mesmo sabendo que a nossa velha Fonte vai virar a nova Fonte Nova.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Bela expressão de sentimentos pela sua cidade!!!
    parabéns !
    grande abraço

    ResponderExcluir
  5. ... no fim, somos só isso: um escombro de lembranças...

    ResponderExcluir
  6. Interessante, mas sobre o texto, um amigo está para todas as horas, mesmo aquelas mais tristes, sei que quando a morte é certa, é doloro ver quem a gente gosta parti, mas pelo menos tentamos aliviar um pouco o fardo dele...

    Fique com Deus, menino Neto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Bela composição a jorrar da fonte q bebia e para sempre irá se embriagar de prazer. A fonte se renova. O teu texto prova q ela é a prova de demolições...

    ResponderExcluir
  8. Sabe de uma coisa poeta?Acho q ela não morrerá,ela estará de volta,"super faturada",mas recalchutada,uma coroa com um corpinho de adolescente.Talvez quem saiba dará sorte ao nosso Bahia,q eu amo mas ando de mal.

    ResponderExcluir
  9. O fim sempre chega, só não chega para nossa lembrança.

    Bjs meus !

    ResponderExcluir
  10. Uma boa dose de egoísmo e seguimos com as boas lembranças, que nos levam pra quem sabe onde...

    ^^

    ResponderExcluir
  11. Nunca fui a um estádio para ver futebol, não tenho afetividade por esportes, mas sei que muita gente tem, agora o pior é que o triste governador Wagener quer colocar o nome da Nova Fonte Nova de LULÃO
    Ps- ontem morreu Lheguele Marques

    ResponderExcluir
  12. espero que ainda seja possível a vista do anel superior vestida com os grandes estandartes do BAHIA!

    ResponderExcluir
  13. Vão-se páginas e mais paginas da história...Morre Nova a Fonte,contudo. Sem tem envelhecido...
    Abraços,

    ResponderExcluir
  14. É tão melhor guardar uma lembrança bonita e cheia de vida.. Então deixamos de ver, pela última vez, pessoas que agora não passam de corações batendo lentamente em busca da sobrevivência, dizer adeus é muito difícil, ainda mais quando sabemos que é pra valer.

    ResponderExcluir
  15. Nem de futebol eu gosto, mas tudo que você escreve fica bonito.

    ResponderExcluir
  16. é isso mesmo, melhor lembrar da beleza viva...

    (nós estamos ferrados, os bons estádio serão demolidos e não teremos onde ver jogos. só saberemos das roubalheiras... uma pena!)

    ResponderExcluir
  17. É a vida tudo um dia da o seu adeus...!

    ResponderExcluir
  18. Belas lembranças, bonita homenagem.
    Abraço de arte.

    ResponderExcluir
  19. Mais um dos seus ótimos minicontos.

    Parabéns. Sucesso com sua literatura.

    Abraços.
    W. Gorj

    ResponderExcluir
  20. Adorei a homenagem e a forma como vc personificou um estádio de futebol, de forma verdadeira!
    É triste, pois muitas lembranças irão ao chão junto com os concretos e a fumaça poeiral
    Abraços.

    ResponderExcluir
  21. Tudo tem a vontade em mudar mas também a vontade de estar num estado delicioso. A recordação em cada um germina com a pulsação das pétalas da melancolia, forte e embriagante

    ResponderExcluir
  22. Linda postagem... Não poderia ter se despedido de melhor forma...

    ResponderExcluir
  23. A falta já é sentida, mesmo antes do fim!

    ResponderExcluir
  24. Olá Herculano! Saudações Literárias...
    Muito bem cuidado seu espaço. Parabéns!
    Sempre que eu puder voltarei.
    Abraços de Luz.
    Visite o ILUMINANDO A VIDA.

    ResponderExcluir
  25. O tempo passa, tudo muda e só restam lembranças, no final... por isso que adoro tirar foto de tudo: tudo passa e só no retrato teremos um pedaço do que já se foi.

    ResponderExcluir
  26. Caramba, mto bom... Adoro textos assim. Beijos...

    ResponderExcluir
  27. Caro amigo, sinto arrepios de lembrar os momentos que experimentei ali junto com meu velho Bahia,era nossa casa, ainda bem que meteu quatro hoje(fora de casa),abraço.

    ResponderExcluir
  28. Lindo, lindo...
    Tuitei esse com gosto, meu amigo.

    O baiano é um torcedor lindamente apaixonado.

    Isa.

    ResponderExcluir
  29. Fizeste um enlace perfeito,como se fosse um ser. Guarde as lembraças, dessas tem todo o direito em ser saudoso.

    Beijo meu

    ResponderExcluir
  30. Já ignorei a vulnerabilidade de alguem por querer conservar lembranças no mínimo nostálgicas.E a morte,mais que um alívio;uma ressalva.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  31. Mas ela é como a fênix... renascerá das cinzas!

    beijos

    ResponderExcluir
  32. amei o seu post
    o amor que você expressa é de uma profundidade e singeleza incríveis
    parabéns

    ResponderExcluir
  33. Li o seu texto no jornal A Tarde de domingo, e adorei a inventividade que voce utilizou para transformar um fato meramente jornalistico num tristonho microconto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  34. não sei porque vocês estão tratando um monte de concreto como se fosse gente, como se alguém tivesse morrido, as torcidas do Bahia e Vitória tiveram mais humilhação que outra coisa na Fonte Nova ,gevernador gastar oficialmente 600 milhões para fazer uma arena ...nova para velhas humilhações.

    ResponderExcluir
  35. Nossa! Adorei a metafóra sobre a fonte nova..Me convidaram para assisti a implosão..Achei maluquisse!

    ResponderExcluir
  36. Difícil despedir-se de um pedaço de si. Linda homenagem!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails