segunda-feira, 8 de novembro de 2010

DIREITO PRESCRITO


DIREITO PRESCRITO

Nasci com defeito de fábrica, defeito na alma. Minha mãe não notou, meu pai não notou, ninguém notou. Só perceberam quando inventei de me remendar, de me colar, de me parafusar, mas aí já era tarde, não era mais possível a devolução.



 A CIA ZenFazernada e A Voz da Pedra Produções, dos amigos Luciano Fraga e Douglas Vieira, produziram este vídeo com o meu texto DIREITO PRESCRITO. Surpresa muito agradável.

21 comentários:

  1. E quem não nasceu com algum defeito, mesmo que só vá perceber com o tempo?

    Ou só vai ter importantecia este erro com o tempo...

    Fique com Deus, menino Herculano.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. ¿Quien no es defectuoso para alguien?
    Nadie es perfecto y menos mal.
    Bicos.

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei do texto na primeira vez que o li. Agora, com o vídeo, passei a gostar muito mais. Parabéns aos criadores do vídeo e a você pelo texto.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, isso que dá nascer sem manual de instrução e garantia. Sem chances de Recall.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Pai e mãe podem não ter notado de imediato mas na certa preferem com os parafusos soltos, mesmo...rs

    Beijos, ótimo vídeo!

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  6. deveras interessante caro herculano, muito honrado deves ter ficado por ter sido tão belamente homenageado
    uma reinterpretação é para poucos
    amplia o poema tangencia a epifania e multiplica as intenções

    ResponderExcluir
  7. Ahhh!!!
    Pouxa..
    eu quero ler o blog todo..
    Muito legal.
    *.*

    ResponderExcluir
  8. O que mais me chamou a atenção, foi a fúria, a revolta empostada na voz, que me guiaram por todos os (meus) sentimentos no subjacente do textículo e me engoliram. Debati-me tanto quanto vós, com a impossibilidade da retificação seminal.

    Soberbo, Herculano!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Em tempo, Herculano: não posso deixar de reparar que ilustras esse poste com a imagem do Edward Mãos de Tesoura (com a magistral interpretação do Johnny Depp, e com a inconfundível assinatura do Tim Burton), para definir a sua (?) concepção de "nascido com defeito". Eu adorei, pela tripla referência contida(s) em um só filme, e também pela sua profunda sensibilidade "imagética".

    ;)

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Herculano por mais esta preciosidade ... o vídeo tb fez juz ao texto ...

    Todos temos nossos defeitos ... concerta aqui e acolá, remendos mil mas enfim ... trocar impossível ... e nem eu queria ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  11. recolha os retalhos da alma, jogue as carcaças da materia fora.

    ResponderExcluir
  12. Inteso, tanto o teu texto quanto a ediçao.

    Peço autorizaçao para postá-lo no meu blog,
    aguardo retorno

    abraços da Mari

    ResponderExcluir
  13. Grande Herculano. Saibas que mesmo sem te conhecer pessoalmente, conheço e acompanho seu trabalho.
    A convide do grande Luciano Fraga, meu amigo, emprestei minha voz para esta homenagem que vos fizemos.

    Parabéns pela sua arte, meu amigo!

    ResponderExcluir
  14. Olá Herculano Neto!

    Estou passando por aqui pra agradecer a autorizaçao de publicar teu texto no meu blog.
    Não se trata de uma interpretação de tuas palavras, mas sim uma expressào do que surgiu em mim quando vi, ouvi e li "Direito Prescrito", está postado em: http://minhascorespreferida.blogspot.com/2010/11/direito-prescrito.html

    Abraços desta MariAne

    ResponderExcluir
  15. poético e verdadeiro
    sensível e verdadeiro
    muito bom

    ResponderExcluir
  16. Nós, artistas, nascemos todos com defeito!
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Direito prescrito, adorei!
    "...inventei de me remendar, de me colar, de me parafusar, mas aí já era tarde..."
    Geralmente é isso o que acontece com a vida, mas, no caso proposto acontece com o Direito, que também não deixa de ter vida ou até mesmo validade! Infelizmente ele é assim!

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    visitando seu espaço.

    comentei direito prescrito, lá no blog da Mari.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Fiquei muito impressionada com a narração...muito forte e profundo. Vale muito a pensa ser lido enquanto se escuta.

    Abraços, e parabéns por tudo aqui no blog.

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails