quinta-feira, 28 de outubro de 2010

"SOLIDÃO COM VISTA PRO MAR"

 “E tudo que eu posso te dar
É solidão com vista pro mar
Ou outra coisa pra lembrar...”

                                                                                                          
 "Eu não sei dançar
Tão devagar
Pra te acompanhar..."

(EU NÃO SEI DANÇAR, Alvin L.)
 

36 comentários:

  1. Às vezes eu quero chorar
    Mas o dia nasce e eu esqueço
    Meus olhos se escondem
    Onde explodem paixões...

    Às vezes eu quero demais
    E eu nunca sei
    Se eu mereço
    Os quartos escuros
    Pulsam!
    E pedem por nós...

    E tudo que eu posso te dar
    É solidão com vista pro mar
    Ou outra coisa prá lembrar
    Se você quiser
    Eu posso tentar
    Mas...

    Eu não sei dançar
    Tão devagar
    Prá te acompanhar...

    ResponderExcluir
  2. Linsa, essa música!

    É mesmo difícil encontrar o compasso do outro...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Essa canção, definitivamente, me tem. Também me perco muitas vezes entre o querer e a culpa.

    Por que temos que ser tão complicados, né? Enquanto não descobrimos a resposta, cantemos as dúvidas.

    * Vou acompanhar teu blog. ;)

    Um beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  4. Herculano, eu adoro essa música. Escuto bastante. Canto bastante. Mas não acredito piamente nela porque, no fundo, a gente tem solidão com vista para o amor para dar :)
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Interessante, mas fiquei pensando, ser ele pode ir para o mar, mesmo que sem dançar, ele pode sonhar e muitas vezes isto acaba nos fazendo voar...

    Fique com Deus, menino Herculano.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Ahhhh querido...feche os olhos, sinta a música com o coração....todos sabemos dançar.

    Bjs meus !

    ResponderExcluir
  7. estive no ano passado no caruru dos sete poetas. gostei da iniciativa.

    quanto ao poema do alvin l. é simplesmente maravilhoso.

    abs

    ResponderExcluir
  8. A Poesia é a letra da música num contraste perfeito com as imagens que postou.
    Achei belo.

    ResponderExcluir
  9. Bah, trilegal o blog. Bom mesmo.
    Há braços!!

    ResponderExcluir
  10. Que coisa linda, Herculano. Não conhecia essa canção. Associada as imagens, então. Amei. Abraços.

    ResponderExcluir
  11. "eu quis dançar,
    ele era rápido demais
    fui do meu jeitinho
    ele foi e me deixou pra trás".



    bjs meus

    ResponderExcluir
  12. O que posso dizer de um blog assim tão cool? O lance é ser cult debaixo de um céu azul... talvez eu siga, talvez esqueça. Talvez perdoe o mundo por tanta heresia, pois o que eu quero mesmo é fazer poesia.
    :)
    Adorei o Blog!
    Beijos.
    Vanessa.

    ResponderExcluir
  13. Esse é um dilema, que encaixa-se as diferenças da vida, mas a aceitação do que o outro tem a oferecer... é mais fácil aceitar, do que aceitar-se... o sentir é uma coisa linda, falo do sentir a alma, da comunhão do coração, e pra se viver tal coisa, basta o olhar na mesma direção.

    ...eu tenho feito esse apelo, espero realizar.

    ResponderExcluir
  14. Solidão é Solidão,
    Mas antes Solidão com vista pro mar que Solidão entre quatro paredes.

    ResponderExcluir
  15. Talvez eu não saiba teus passos
    As regras dos teus movimentos
    Mais estou pronto pra aprender.
    Ensina-me?
    Leva-me a dançar a contigo mesmo que eu não consiga
    Acompanhar-te. Eu só quero dançar nem que seja
    A ultima coisa que eu faça com você hoje...
    Nossa!!! Sem palavras pra essa canção esse blog!!

    ResponderExcluir
  16. Eu sempre troco a "Solidão com vista pro mar", por "Solidão com vista pro bar". E danço devagar, sem sair do lugar, eu sei até ficar parada!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Uma das minha músicas preferidas..Postei essa semana lá no blog..Bju!

    ResponderExcluir
  18. Junção mais q perfeita ... poema, ilustração, trilha sonora ... emocionei por aqui ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  19. Impossível não contemplar a própria solidão e a perpétua busca no outro. Linda música!!
    bjo

    ResponderExcluir
  20. Se dou tudo o que tenho
    Nada meu restou
    Assim puro e completo
    Repleto
    Vou devagar
    Aprendendo a dançar
    Só pra pra ME acompanhar

    Lindas imagens que escolheste Herculano
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Maravilhoso seu blog, Herculano! Estou te seguindo.
    À propósito, bela música. Não conhecia.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  22. a minha solidão tem vista pra terra... nao sei se é bom... mas se pensar que no mar se afoga, então a terra deixa de ser dura, pra ser nosso último lar...

    ResponderExcluir
  23. Ficou ótimo com as fotos.Adoro a música.

    ResponderExcluir
  24. Post, música, imagem, uma sintonia perfeita.

    Bom domingo!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  25. Olá, amigo!
    Podemos dançar sempre... ainda que seja nos sonhos.
    Quando à solidão... melhor afogá-la no mar.
    Bom domingo.
    Beijos.
    Minas

    ResponderExcluir
  26. Minha nossa, todos os textos que eu li até agora ou são sobre solidão ou sobre morte.
    E eu gosto muito dessa música!
    "às vezes eu quero demais e eu nunca sei se eu mereço"


    http://guarda-chuvaroxo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Você em poucas palavra descreveu esta tal solidão em sua forma mais clara.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  28. Doeu ler isso.
    Não sei porque...Ou talvez até saiba, mas dói reconhecer. Bom vir colher sensações aqui.
    Abraço.
    Estou no www.anaconfabulando.blogspot.com visite-me!

    ResponderExcluir
  29. beleza em uma pequena seleção (muito bem feita de palavras). só muito sentimento pra explicar.

    http://terza-rima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. "A elevação do ser
    se dá no confronto
    onde o sonho e o desejo
    de quem se encontra
    no limite do ordinário
    em busca de algo extraordinário."
    Rofe Nosbor

    ResponderExcluir
  31. Bela musica, lindo poema, magnificas imagens, são tuas?

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails