terça-feira, 14 de janeiro de 2014

RUPESTRE MODERNO

Acho que foi José Saramago quem condenou a tendência para o uso do monossílabo como forma de comunicação virtual, o que nos levaria, gradativamente, de volta ao grunhido. Podando o pessimismo da previsão, e sem resvalar no fascínio gratuito de Caetano Veloso pela moçada que transformou “cê” em pronome, creio que estamos caminhando para o fim da linguagem escrita como conhecemos. Com o advento do WhatsApp e outros aplicativos tecnológicos, tornou-se desnecessário escrever: é demorado, cansativo, complicado, démodé. Afinal, é possível simplesmente enviar uma mensagem de voz, um simpático símbolo ou uma divertida imagem. Escrever, realmente, apenas para designar o silêncio.

9 comentários:

  1. Bom dia! Sabe, você pode ter razão... mas eu amo escrever. Não sou de muito falar - me calo demais, até - mas escrevo, e é difícil parar quando eu começo. Espero que escrever jamais torne-se desnecessário!
    Abraços, e bom dia.

    ResponderExcluir
  2. KKKKKKK, verdade
    meus filhos e os amigos deles nao escrevem no whatsapp, so mandam msg de voz. Agora, pq nao ligam um pro outro entao?

    ResponderExcluir
  3. Cada vez mais as pessoas procuram as soluções mais simples, ainda que não sejam as mais corretas!

    ResponderExcluir
  4. Vou ficar cá com meu otimismo e acreditar que (como dizem ter sido a comunicação de homens primitivos) a Poesia voltará a ser linguagem comum entre as pessoas. Não pago para sonhar, então... rs Mas a sua última frase foi tudo! Beijos,

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho uma teoria: penso que a humanidade gradativamente perderá a fala, toda voz, falada ou escrita, se calará. Se no princípio era o verbo, no final será o WhatsApp.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei entusiasticamente sem palavras...

    ResponderExcluir
  7. Olá! Apoio esse raciocínio que aqui deixas!
    Realmente não será ou não serão as novas inteligências agora nascidas um retrocesso de inteligência?!!
    Conheço miúdos que trocam sms´s nas aulas com o tlm (celular) debaixo da mesa e sem tirar os olhos do prof. parecendo até muito interessados, no entanto ficam atónitos ao verificarem que o Brasil não fica no continente europeu?!!!

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails