quinta-feira, 7 de julho de 2016

SOB PRESCRIÇÃO: 10 Anos

Em uma época em que as redes sociais ainda engatinhavam, há exatamente dez anos, lançávamos em Santo Amaro (BA), com a ajuda dos amigos, uma coletânea de contos e poesia que marcaria toda uma
geração na cidade, seja por seu tom anárquico, seu “do it yourself” ou sua forma de tratar angústias e inquietações com um pano de fundo local e sem meias palavras. Inusitadamente o livro, com sua postura marginal, ganhou status cult e sem pretensão alguma, embora trouxesse uma contracapa ironicamente arrogante e pouco entendida, acabou traduzindo a desesperança da juventude  naquele momento e consequentemente despertou o interesse de leitores de outras regiões. Referenciada até hoje, SOB PRESCRIÇÃO teve sua tiragem rapidamente esgotada, gerando a circulação de foto cópias em forma de apostilas. Há quem diga que o livro mereça uma nova edição, revista e ampliada; outros defendem a ideia de que a mística não pode ser maculada, que o seu lugar na história deva ser apenas ali: na fria noite de 07 de julho de 2006. Gostaria apenas de brindar esse dia com meus amigos numa mesa de bar relembrando os bastidores daquela aventura. E ser apontado na rua como "o cara do livro preto".

3 comentários:

  1. Parabéns querido amigo! Um brinde à você e sua obra.

    ResponderExcluir
  2. Em 2006 eu não me encontrava na Bahia. Perdi o "livro preto". Também não sei se estivesse o teria em mãos. No interior do interior do interior as coisas são mais difíceis de chegar. Ou eram... Uma reedição seria bacana.

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails