domingo, 13 de dezembro de 2015

DIA DE FEIRA

- Gostaríamos de convidá-lo para participar da nossa próxima feira literária, falar um pouco sobre você, sobre sua obra...

- Obrigado, mas não me interessa, creio que ainda me falta história para me expor nesse tipo de evento.

- Não seja modesto, rapaz; basta falar sobre seu processo criativo, responder algumas perguntas, ler trechos dos livros, coisa básica.

- Poderia até coletar meia dúzia de anedotas e freses de efeito para a diversão da claque, além de aproveitar para conhecer sua cidade, mas não me interessa.

- O cachê é de cinco mil. Vai dispensar?

- Não me interessa.





sábado, 5 de dezembro de 2015

ENFIM, INFINITIVOS



Escrever sempre se evidenciou como a solução mais prática, inevitável de tão óbvia. Exprimir sentimentos enclausurados deveria ser o mais eficaz antidepressivo – o medicamento melhor indicado para tanta angústia sufocada querendo gritar –, embora, corresse o risco de arregimentar outros corações incautos identificados com aquela dor pelo caminho.

E assim foi.

Mas, de repente, a manhã nasceu azul, sem instrumentos, canções, silêncios, fatalidades, solitude, aflições... Agora, prefiro amar, ignorar, esquecer, permitir, correr, gargalhar, plantar, colher, desfrutar, conhecer, relevar, resignar, distrair, libertar...

Descobri, tardiamente, que eu tenho uma porção de infinitivos para conquistar e eu não posso ficar aqui parado.





Related Posts with Thumbnails