sábado, 11 de janeiro de 2014

VÍCIOS DE LINGUAGEM

Não perdoo determinados vícios de linguagem, quem frequentemente conversa comigo já sabe o que fazer para tentar me irritar. Pode ser o presidente da empresa ou a gostosa do prédio, interrompo qualquer “a nível de” ou “veja bem” sem pensar duas vezes. Mas ainda não sei que tipo de malignidade me acomete toda vez que alguém finaliza uma frase com um incômodo “entendeu?” ou sua variante “entende?”. Para estes, costumo responder com um seco e inesperado “não”, apenas para assistir a um novo esclarecimento do que já era absolutamente óbvio. Entendeu?

12 comentários:

  1. Ainda bem que já está avisando... um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Herculano, realmente neste país parece moda falar errado, escrever errado, enfim; maltratar o idioma acima de tudo... Por outro lado, tem gente com vergonha de falar ou escrever corretamente...
    Tenho uma amiga, que mesmo sabendo que a expressão "haja vista" é correta, escreve no masculino porque 90 % das pessoas acham que é a forma
    certa e ela tem vergonha de parecer estar agindo errado.
    Um abração. Tenhas um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Sempre bom passar por aqui, meu velho. Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Estou trabalhando para exercer a docência num futuro bem próximo e não creio que as expressões "entendeu?" e "entende?" sejam usadas na intenção de ferir o nível intelectual da pessoa com a qual se fala. Essa colocação é eficiente para que o diálogo flua pois muitas pessoas levam um tempo maior para discutir/comentar/apreender determinados assuntos. Não há mal algum em perguntar se seu interlocutor entendeu sua mensagem. Quantos às outras expressões, penso de maneira semelhante: " a nível de" é uma expressão de comparação e "veja bem" uma expressão para introduzir uma fala. O que há de errado com esse vícios linguísticos? Ademais, devemos lembrar que não são os eruditos que determinam as regras da língua falada, mas sim o povo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eruditos x Povo? Esse jogo é clássico.
      "Veja bem" é uma mera muleta linguística e "a nivel de" é tão importante quanto água em pó. Entende?

      Excluir
    2. O jogo é clássico porque a disputa, de fato, é acirrada entre os jogadores. O preconceito linguístico está ganhando cada vez mais força, sobretudo, no meio acadêmico. O estudo da linguística funcional nos mostra que devemos considerar não apenas a morfossintaxe no discurso falado, mas sim todo o contexto que o envolve. Talvez algumas expressões dos falantes do brasileirês sejam mesmo "batidas", porém, se essas fazem sentido em determinado discurso e são eficientes para que a comunicação ocorra, continuam sendo válidas.

      Excluir
  5. Ah, acho tudo isso uma bobagem, pra falar a verdade, tá ligado? rs E, quanto a ferir a pele delicada da língua, eu não sei...Acho que porque converso muito com pessoas de todos os níveis, não me incomodam essas muletas não, Algumas irritam pelo excesso, nem é por ser "muleta", mas por parecerem um "toc" linguístico, se é que isso existe. Mas, cá entre nós, eu gostava do personagem que falava isso e gosto de repetir vez ou outra: "Sei lá, entende?"... Beijos, Herculano.

    ResponderExcluir
  6. Não digo os mesmos,mas muitos me irritam nessa "cultura linguística liberal",(risos)sou uma leiga em muitos tópicos da linguagem brasileira,mas "tipo assim",sabe, "tá ligado?"ME TIRA DO SÉRIO,NÃO CONSIGO NEM TERMINAR O DIÁLOGO(risos),bjs,gosto como escreve!Uma feliz semana.

    ResponderExcluir
  7. Quanto tempo não conseguia chegar
    a seu blog.
    Li perfeitamente sua postagem embora muitas vezes tenho medo de comentar
    pelo famoso português .
    Essa de entendeu??tenho trauma imagina é conviver com uma tristeza
    que a cada palavra lá vem entendeu??isso aconteceu comigo graças a Deus já esta num passado distante.
    Um abraço linda semana,Evanir.

    ResponderExcluir
  8. HAHAHAH

    Ainda bem que não nos conhecemos pessoalmente, pois vivo terminando minhas frases com ''sabe?''.

    ResponderExcluir
  9. Se é que eu entendi, você não está se referindo a erros gramaticais, a falar certo ou errado, apenas te irritam alguns vícios. Além do mais, "a nível de" , além de não existir, é de doer!

    ResponderExcluir
  10. Eu uso muito o "entende", no final... mas é pq nao sei me expressar direito, entende?

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails