terça-feira, 6 de agosto de 2013

MADRI

Sara Montiel
penso naqueles deslizes
na dissimulação
nas cartas na mesa
na virada de mesa

penso na melancolia que me cai em agosto
e num antigo filme
(quase preto & branco)
que assisti numa madrugada em santo amaro

penso
enquanto aguardo os touros na arena

6 comentários:

  1. Sua Madrid suspensa reluz com o brilhantismo das pausas.

    ResponderExcluir
  2. Doce melancolia, quase fracassos, agosto de madrugada, sonhando com Santo Amaro...eu também, daqui posso ouvir o trote dos touros correndo em alguma direção. Querido Herculano, continuo conectado as apalavras de tua poesia, isso me alegra e satisfaz o desejo insaciável de poesia que tenho...
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.

    ResponderExcluir
  3. "La Violetera"
    Sara Montiel, mulher fantástica, com o perfume do sagrado na pele, deixando um rastro dele por onde passava...
    (perfume do tipo que poderia domar e por pra brincar como gatinhos manhosos e fofinhos, uma arena inteira de touros dos mais ensandecidos)
    Sem chacoalhar um único tecido vermelho.

    Sobre a Diva:
    ‘Os meus filmes não serão bons, nunca me preocupei com eles serem ou não uma obra de arte”

    http://www.youtube.com/watch?v=6gLJobuyYGE

    Ora ora ora... canto também eu:
    Quizas Quizas Quizas

    Se uma mulher conseguir manter o dom de ser velha quando jovem e jovem quando velha, ela sempre saberá o que vem
    depois... sempre...

    Sem dissimulações:
    Um ENORME sorriso
    =)

    ResponderExcluir
  4. Penso
    enquanto não se trava a desrazão.

    Um Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Sinto a melancolia do poeta, imagino um filme "quase em preto e branco"... vejo violetas. Penso na espera dos pobres touros...

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails