domingo, 28 de julho de 2013

MÚSICA NO CINEMA

Cento e quarenta minutos (e trinta canções) depois e me ainda me encontrava extasiado com um Paul McCartney em plena forma no último concerto da turnê “Wings Over the World”, em 1976. Som e imagens impecavelmente restaurados davam uma dimensão certeira dos Wings. Prestigiando o repertório da sua banda pós-Beatles (que poderia ter mais espaço no setlist dos seus shows atuais), Paul e os demais integrantes do grupo pareciam realmente se divertir, juntamente com o quarteto de metais que tornava as músicas mais fortes. Durante a sessão a vontade era de pular como se estivesse mesmo em um show, mas tudo que fiz foi cantar e aplaudir, sem medo de incomodar quem chorava emocionado nas outras poltronas.


9 comentários:

  1. Esta fase do grande Paul é foda.
    Pena que nao veio pra minha cidade.

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvida, meu Beatle favorito. Sou fã roxo-batata.

    ResponderExcluir
  3. sou Beatlemaníaco seja no grupo seja nas carreiras solos ... simples assim ...

    ResponderExcluir
  4. Muito bom mesmo! Também adoro Paul Mccartney!

    ResponderExcluir
  5. Muito Bom! Não adoro Paul Mccartney, mas super o respeito. E de fato, uma boa performance faz a presença de palco de um artista!

    ResponderExcluir
  6. É fantástico quando experimentamos uma viagem musical que nos envolve ao ponto do êxtase. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Taí uma experiência que ainda não tive. Deve ser interessantíssimo. Com Paul então...

    Aquele abraço!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, eu adoro Paul Mccartney sou fã!
    Adorei!
    Deixo um grande abraço e desejo uma ótima quinta.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails