quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

NESTE CARNAVAL

“Desconfio de hinos, músicas lineares, puramente motivacionais, em que tudo-tudo-tudo-vai-dá-pé-quando-o-sol-brilhar-tudo-de-bom-vai-acontecer-e-quando-a-noite-chegar-vai-rolar-a-festa. Honestamente, não sei até que ponto esta overdose de alto-astral ajuda as pessoas. Não me surpreenderia se o número de suicídios no carnaval fosse maior do que na quaresma. Não acho que uma música melancólica aumente a melancolia. Na verdade, ela faz companhia.”

(Humberto Gessinger: Nas Entrelinhas do Horizonte, 2012. Ed. Belas Letras, p. 76).

27 comentários:

  1. Oi, passando muito rápido, sem tempo, sabe como é né??
    Tem postagem nova no blog.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Concordo em gênero, número e grau. Nada melhor do que uma música melancólica para ser trilha sonora de uma fossa poética. E, além do mais, carnaval é pura política de pão e circo nos tempos atuais.

    ResponderExcluir
  3. Nada me alegra mais do que músicas melancolicas,
    e nada me deixa mais entristecido do que essa falsa alegria do carnaval.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com ele, apesar de nunca ter parado para pensar nisso...

    ResponderExcluir
  5. Eita! É isso.
    Melancolia é companhia...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Concordo...ótima companheira por sinal, gosto bastante!
    bjs!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia! Colocação mais que perfeita. Penso assim também! Excesso de euforia denuncia algum problema emocional profundo.

    ResponderExcluir
  8. Verdade total! Tem um sujeito chamado Thorwald Dethlefsen que falou bem da depressão e do quew se deve buscar qando mergulhado nela. Não vermelho, não músicas estridentes, mas a cor da lama naquele momento. Afinidade vibracional: se está triste, busque cores escuras, mergulhe naquilo que É. O que não é agride e desarmoniza. É como uma droga, depois que passa o efeito, fica-se pior do que estava. E, de maia a mas, Carnaval não existe mais. Carnavqal era poesia e cabia nele a melancolia. Hoje não: é ditadura da alegria. E destruição total.

    P.S. - Devo-te foto com o livro. Não está esquecido. Vou fazer um post também no Roxo. Deixa a cabeça assentar...rs

    Beijos,

    ResponderExcluir
  9. perdi teu rastro,quando perseguia borboletas...

    te encontro na mesma esquina da poesia.

    ResponderExcluir
  10. Carnaval, para mim, combina com café, estudos, busca de novas bandas para acrescentar ao repertório pessoal e leituras colocadas em dia. Gosto quando a solidão me faz companhia por esses dias. De folia e máscaras carnavalescas, basta o aperreio da rotina.

    ResponderExcluir
  11. Gostei da parte 'Não acho que uma música melancólica aumente a melancolia. Na verdade, ela faz companhia.'
    Novos posts em:
    http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/
    http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/
    Não deixe de conferir!
    Fique com Deus, boa semana *-*

    ResponderExcluir
  12. "Se eu caio no suingue
    é pra me consolar".

    ResponderExcluir
  13. Concordo em número, gênero e todos os graus. Sempre achei a vibe do carnaval uma mistura de um tudo que no fundo não é nada. Antigamente podia até ser uma coisa mais genuina e bacana, mas hoje em dia acredito que se trata de uma pseudo alegria com fotos que irão parar em Facebooks da vida.

    ResponderExcluir
  14. "O mundo acaba hoje e eu estarei dançando, me divertindo!
    E, quando o segundo Sol chegar, para realinhar a órbita dos
    planetas,será preciso mudar, todos os dias, para escapar da rotina. E como se não bastasse, serei o proprio reflexo de
    uma sociedade, perdida em meio a tantas alegorias, folia!"

    Abraços e que DEUS nos salva e abençoe, neste e, em outros
    Carnavais!

    ResponderExcluir
  15. O texto é polémico.
    Não sei se terá razão ou não. Mas, na minha opinião, a vida deve ter de tudo um pouco. O erudito e o popular, seja em que arte for, da música à pintura, cabem perfeitamente nas nossas vidas.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  16. Cada um curte o som que lhe apraz. Se a festa para a carne... Há também para o intelecto. Viva a diversidade pois do contrário o mundo seria monótono.

    ResponderExcluir
  17. Cada um decide por si, consoante os seus gostos e as suas
    possibilidades. Eu desde miúda que não gosto de Carnaval
    não sei explicar a razão, a minha irmã gostava já em
    criança e eu não. Mas é assim a vida...
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  18. Para cada ocasião, há de ter uma melodia que combina.
    Tudo ao extremo me tira do eixo, portanto prefiro curtir o carnaval do meu jeito, e dessa vez vai sem música mesmo.
    Minha toca me basta! rsrs

    abço HN!

    ResponderExcluir
  19. Pra dizer a verdade, tudo ao extremo me desgasta.
    Que bom poder escolher o que vou ouvir!..

    bjim HN!
    =)

    ResponderExcluir
  20. Não sei será mais triste aquele que precisa de esperar pelo Carnaval uma vez por ano, do que aquele que sem dar importância a essa época célebre, consegue fazer um Carnaval em qualquer altura, sem compromisso, de modo espontâneo, porque ele entendeu que a vida lhe proporciona isso espontaneamente.

    ResponderExcluir
  21. Faz sentido...mostrar para o mundo o que falta por dentro. Quando estamos alegres de verdade, não precisamos esfregar isso na cara dos outros. Um abraço!

    ResponderExcluir
  22. Algumas pessoas às vezes preferem uma falsa alegria à melancolia verdadeira...

    ResponderExcluir
  23. Querido Herculano sempre achei o Humberto umchato rs, mas sempre reconheci as belas composições que ele fez, mas este texto é perfeito. A partir de hoje, comecei a deixar de achá-lo chato.
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.

    ResponderExcluir
  24. Olá, caro amigo!
    O contentamento não é necessário ser mostrado ou escancarado para as demais pessoas.
    Na verdade, acredito piamente que a depressão deva imperar depois do carnaval, a frustração pela suposta alegria alheia e a auto-destruição interior ao constatar que dentro de si não há aquela 'alegria'.
    Bjoks

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails