domingo, 16 de dezembro de 2012

SE O MUNDO NÃO ACABAR (MELHORES FILMES BRASILEIROS DE 2012)

EU RECEBERIA AS PIORES NOTÍCIAS
DOS SEUS LINDOS LÁBIOS
(DIreção: Beto Brant e Renato Ciasca)
NA ESTRADA
(Direção: Walter Salles)
FEBRE DO RATO
(Direção: Cláudio Assis)
SUDOESTE
(Direção: Eduardo Nunes)
ERA UMA VEZ EU, VERÔNICA
(DIreção: Marcelo Gomes)
  

31 comentários:

  1. Adoro indicações de filmes e só conheço um desses e não assisti nenhum, vou buscar aqui.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente a distribuição e divulgação dos filmes nacionais em nosso país ainda é muito fraca, com exceção das sempre bem sucedidas comédias besteirol, mas vale esperar o lançamento em home video ou nos canais por assinatura.

      Excluir
  2. Estou em falta com o Cinema Nacional ... não assisti nada ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o mundo não acabar haverá tempo para compensar essa falta em 2013.

      Excluir
  3. Tiraria apenas NA ESTRADA, que é uma co-produção brasileira, e acrescentaria ou Xingu, ou Heleno, ou Paraisos Artificiais. Mas Febre do Rato foi, para mim, o melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pensei assim, mas a obra de Walter Salles possui muitas qualidades que me impedem de ficar indiferente, algo que o equivocado 360, de Fernando Meirelles, não consegue.

      Excluir
  4. Muito bonito o filme “Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios”, de Beto Brant e Renato Ciasca. Quem vê Canal Brasil se lembra de que já sentimos que cenas de sexo serviam para produtores e diretores pensarem que assim imprimiriam força em obras que de outro modo não teriam força nenhuma. O que, é claro, as fazia ainda mais fracas aos nossos olhos. Isso chegou a um grau tão alto que passamos a imaginar que pessoas nuas em contato íntimo esvaziariam qualquer filme brasileiro. As exceções existem, mas não são suficientes (nem em número nem em intensidade) para desfazer o mal-estar. O fato de esse problema desaparecer no filme de Brant e Ciasca não é o maior dos seus méritos. O que parece incrível. É mais o modo como drama interpessoal e quadro social se entrecruzam no filme, com o roteiro sendo suficientemente dramático e sugestivo sem seguir sejam as regras dos filmes convencionais, sejam os vícios dos filmes de arte. Faz anos que não vejo um flashback tão bem chegado, tão independente de qualquer indicação de que se trata de um flashback e, no entanto, funcionar como histórico da personagem já conhecida de maneira clara e forte. Os atores estão muito bem (e a figuração luxuosa do povo paraense, cantando magnificamente bem nas reuniões religiosas, que parecem uma síntese de Teologia da Libertação católica, neoevangelismo e Santo Daime), mas Camila Pitanga é um acontecimento que faria o filme ser importante se fosse só pela sua atuação. Todos conhecemos Camila. Em “Redentor”, filme não suficientemente valorizado, ela era uma das mais belas mulheres da história do cinema, sendo Sophia Loren, Elizabeth Taylor e Ava Gardner ao mesmo tempo — sem se parecer com nenhuma delas. Mas aqui, ainda que, de fato, a gente saiba que receberia más notícias de lábios tão lindos, ela nos dá a boa nova da grande força artística.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O império da lei há de chegar no coração do Pará".

      Excluir
  5. Não assisti nenhum destes que mencionou, mas graças a tv por assinatura, ultimamente tenho acesso aos filmes brasileiros, e confesso estar encantada. É lamentável a pouca valorização desta arte por aqui. Temos jóias preciosas!!!!
    Abraços desta Mari (As Cores que Sou)

    ResponderExcluir
  6. Sendo indicação sua, vou aproveitar minhas férias e assistir tudo, rsss claro antes do tremor de terra.
    Abraço fraternal,
    NIcinha

    ResponderExcluir
  7. O problema é encontrar tais filmes..

    ResponderExcluir
  8. Curioso você colocar "Na Estrada" como filme brasileiro. Eu colocaria também "Histórias Que Só Existem Quando Lembradas".

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Na Estrada" é uma produção
      France, UK, USA, Brasil;
      assim como "Historias que so existem quando lembradas"
      é uma produção Argentina, França, Brasil.
      Deve ser o que chamam de globalização.

      Excluir
  9. Esse ano não assisti nenhum brasileiro, não por não gostar, foi falta de tempo mesmo. Valeu as dicas. Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Na estrada é o melhor! Fatíssimo! Super me imagino na pele do Sal! :)

    ResponderExcluir
  11. Bela lista muito bom gosto parabéns Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  12. Da sua lista, só assisti aos dois primeiros filmes. Queria muito poder ter assistido a "Era uma Vez, Verônica", mas o filme só ficou uma semana em cartaz por aqui e numa sala que estava com problemas por boa parte da semana. Ou seja, ficou prejudicado....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperar pelo seu lançamento em home video, o trabalho de Marcelo Gomes sempre vale a pena ser conferido.

      Excluir
  13. Parabéns pelo bom gosto. Indicações são sempre válidas. =)
    E sigamos até 2013!

    ResponderExcluir
  14. Ahhh, poxa vida, mas e ''até que a sorte nos separe'', não entra? Tããão bom...

    HAHAHA

    Eu tinha que fazer piadinha.

    Fiquei bem dividida entre ''Eu receberia as piores...)'' e ''Febre do Rato'' e não consigo decidir de qual gostei mais. Já ''Sudoeste'' eu ainda não tinha ouvido falar.. agora já tenho planos pro próximo final de semana =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, nem "Até que a sorte...", nem "O Diario de Tati", nem "E aí, comeu?", nem "De Pernas pro Ar 2". Poxa, nao teve filme de Xuxa ou Didi este ano?

      Excluir
  15. Penso que não irá acabar e portanto chegaremos ao Natal,
    que eu desejo que seja bom para si e sua Família.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  16. Camila Pitanga carrega o filme Eu receberia as piores noícias dos seus lindos lábios nas costas. Vale a pena assistir para ver o espetáculo de interpretação desta atriz. Quanto o resto ( na minha leiga opinião) o filme é uma colcha de retalhos "malafrojada". Estou aguardando o meu senhor tempo permitir que assista aos outros filmes indicados nesta lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o senhor tempo permitir, confira também o livro de Marçal Aquino.

      Excluir
    2. Obrigada pela lista, indicações sempre deixam as coisas mais gostosas!

      Excluir
    3. Obrigada pelas indicações...isso deixa o tempo mais gostoso!

      Excluir
  17. Esqueceu de "Os tres", adorei o filme. Bom saber que está colocando aqui não só os melhores filmes, mas os discos também! logo mais eu poderei ouvi-los tranquilamente, amanhã minha ultima prova!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Os 3" é uma boa lembrança, sem duvidas.
      Mas infelizmente a data do seu lançamento
      foi novembro de 2011, outro bom filme do último
      ano que merece atenção é "Trabalhar Cansa".

      Excluir
  18. Os dois primeiros eu ainda não vi porque quero ler os livros antes.
    A distribuição dos (bons) filmes brasileiros é de dar dó...
    Para quem quiser ver "Sudoeste", vai passar no Canal Brasil sexta, dia 21/12, às 19:00. Oportunidade de ouro!

    beijo

    ResponderExcluir
  19. Muito bom bela lista verei os que puder um abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  20. Odiei "Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios". O livro é muito, muito superior...

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails