quarta-feira, 7 de novembro de 2012

SALVADOR ABAIXO DE ZERO


cidade alta
cidade média
cidade abaixo das expectativas

O volume de contos de Herculano Neto pega emprestado o título de um livro e filme (“Jamaica Abaixo de Zero”) para desconstruir alguns estereótipos soteropolitanos, sempre enxergando a cidade de dentro pra fora, abrindo mão de uma incerta baianidade nagô mal propalada e do lugar comum do ponto de vista racial e religioso 
 
SALVADOR ABAIXO DE ZERO é a cidade dos moradores de rua, dos sacizeiros, das prostitutas, dos inoportunos vendedores de fitinha do Bonfim. É a cidade dos ambulantes, dos badameiros, de um povo que se acotovela nos pontos de ônibus e se digladia do outro lado da corda durante o carnaval. A cidade das periguetes e dos miseravões, da juventude classe média que frequenta academia usando abadás de carnavais passados. Uma cidade que não faz questão de esconder a sujeira das suas ruas embaixo do tapete, prefere estampá-la ao lado dos seus cartões-postais. Uma cidade onde periferia e centro se confundem. Uma cidade que não deixa de ser alegre e ácida na mesma medida.

Com muito humor, às vezes negro, mas sem o ranço pseudo moralista dos noticiários populares, SALVADOR ABAIXO DE ZERO nos apresenta uma Bahia contemporânea e absolutamente sugestiva.

Lançamento dia 13 de novembro
Casa de Tereza, Rio Vermelho, Salvador
Valor: R$ 15,00


SALVADOR ABAIXO DE ZERO / EDIÇÕES P55 - COLEÇÃO CARTAS BAHIANAS / 
R$ 15,00 (solicite seu exemplar diretamente com o autor) / 
OU NO SITE DA LIVRARIA CULTURA
 

39 comentários:

  1. Uma cidade conhecida por seu verão
    abaixo de zero?

    Cada vez mais curioso.

    ResponderExcluir
  2. Se eu pudesse, aplaudiria de pé neste exato momento. Não há forma melhor para dissecar a cidade baixa. Fantástico!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cidade média é o ponto mais frágil de Salvador.

      Excluir
  3. Talvez seja essa a Bahia que sustenta a outra, aquela pra gringo ver...

    Guarde um exemplar para mim, tá bem, quero autografado e tudo!

    ResponderExcluir
  4. Gostei demais da descrição. Além de tudo, tenho a SENSAÇÃO - porque sem ler, não dá para afirmar - de que há aí muita coisa com a qual eu concordo e sou extremamente criticado, inclusive, por colocar pra fora...

    Anyway, camarada, é possível adquirir o livro no exterior? Sou um soteropolitano exilado em Portugal e fiquei muito interessado em conhecer a sua obra "além-fronteiras" do blog, que já é muito bom.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Herculano,

    Farei o possível para ir ao lançamento. Mas se não der, guarde o meu exemplar. Sucesso!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. é uma realidade tão longe deste lado
    mas imagino que muitos pontos comuns entre as nossas cidades

    beijinho

    ResponderExcluir
  7. Divulgado pelo caminho certo: repassei para um amigo jornalista, que repassou para todo o seu mailing. Olha aí, não sei se estarei aqui na data, vou comprar na livraria depois, mas quero o autógrafo, verei com você como posso fazer. Combinado?
    Beijos,

    ResponderExcluir
  8. Herculano, como faço para adquirir um exemplar? Sou de São Paulo.

    Gostei do que li aqui.

    Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estará à venda somente
      após o lançamento,
      no site da editora,
      na Livraria Cultura
      ou diretamente com o autor.

      Excluir
  9. Estou ficando cada vez mais interessada por esse livro, Herculano. Fui até pesquisar o que eram badameiros. "Sacizeiros" eu adivinhei: um tipo de cracolândia, certo? Muito sucesso no lançamento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar dos baianismos
      as histórias contadas
      são totalmente universais.

      Excluir
  10. Só o titulo já nos convida a leitura e com a descrição aqui posta...
    P.S.sou de Fortaleza,não terei condições de ir ao lançamento,esperarei(risos) no site da livraria,bjks!

    ResponderExcluir
  11. Fiquei com água na boca. Aguardando na livraria Cultura, que tá a menos de 3.000km de mim. Sucesso pra ti!

    ResponderExcluir
  12. Gostei da pergunta do título do blog e respondo: porque é a única coisa que faço com prazer, sem ser pressionada e deixo minha imaginação fluir sem limites. Falow!

    ResponderExcluir
  13. é preciso mostrar os ares de uma bahia "cidade baixa". vamos lá!

    ResponderExcluir
  14. É BOM VER NOSSAS CRIAS TOMANDO O MUNDO...BOA SORTE, MUITO BOA SORTE PARA ESTE LIVRO.
    Meu carinho meu respeito meu abraço.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns aí, camarada! Vida longa.

    ResponderExcluir
  16. Ainda mais curioso por ler os meandros desta cidade-latitude,descarnada e abaixo de zero.Dia 13 será o dia deste contato imediato.

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito, me parece uma obra que trata da realidade e gosto disso, por vezes vejo a realidade mascarada demais, e isso me incomoda. Com pitadas de humor, então, a obra fica perfeita. Sucesso, um abraço!

    ResponderExcluir
  18. Pelo que li acima, o seu livro promete ser bem interessante :)
    Desejo que seja um grande sucesso Herculano, e parabéns...
    Abraço - daqui - da minha distante e pacata vila :)

    ResponderExcluir
  19. Parabéns mais uma vez, Herculano!!! Sucesso com o livro! Espero que venha fazer um evento de lançamento da obra em Natal!

    ResponderExcluir
  20. Seguramente seu livro atingirá um grande número de pessoas,coisas da Bahia, vista sobre o prisma de um autor inteligentíssimo.Sucesso com certeza.Abraço carinhoso de leitor e seguidor.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  21. Li teu livro, Herculano. Legal conhecer tua escrita. Gostei!

    ResponderExcluir
  22. Herculano ...Hoje voltei a ativa depois de uma virose e vi seu post ...que muito me chamou atenção...Pois resido aqui em SALVADOR ...Concordo em gênero número e grau contigo...E até acho que pegastes muito mais muito leve ...vivo em salvador a 56 anos fora talvez uns 10 por ai mundo afora Brasil afora ...E o que vi foi exatamente o dizes ...O grau de degradação da cidade e do próprio povo daqui é DANTESCO ...A falta de respeito a população por parte do poderes constituídos é algo inenarrável...A própria população já acostumada a isso...passou de um educação apenas razoável...para uma total falta de educação ...respeito pelos direitos dos outros ...a classe média jovem a quem você se refere esta então se mistura com as prostitutas...drogados ...marginais de toda espécie com o conluio dos poderes já citados que de tudo participam ...É inacreditável...Como As coisas acontecem ...Convido-o a passar uma unica noite entre quarta e sábado na RUA MINAS GERAIS ...PITUBA ...em toda sua extensão ...sem contar as esquinas prostituídas por tudo que se imaginar da AV Manoel dias da SILVA... DROGAS SÃO OFERECIDAS E todas as horas abertamente por seguranças ...guardadores de mentira dos veículos...aviões do trafico...uma grade bacanal a céu aberto ..acontece todas as quintas sexta e sábado a noite ...gente fazendo sexo em meio a carros bêbados e bêbadas drogadas ...Isso não existe e olha pituba é um bairro considerado bom de se viver ...só se for doido !!! Viu um abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails