terça-feira, 29 de novembro de 2011

NATALIE WOOD

De estrela mirim à namoradinha da América, Natalie Wood participou de eternos clássicos do cinema, “De Ilusão Também se Vive”, “Juventude Transviada”, “Rastros de Ódio”, “Clamor do Sexo” e “Amor, Sublime Amor” são alguns deles. Há exatamente trinta anos, no dia 29 de novembro de 1981, ela abandonava essa existência, em circunstâncias misteriosas, enquanto navegava em um iate na companhia do marido Robert Wagner e do “amigo” Christopher Walken. Dona de uma beleza natural, e que ainda me encanta, Natalie Wood não é tão cultuada, como outras atrizes de sua geração, mas, certamente, possui um lugar importante na história do cinema. Merece a lembrança.
 




26 comentários:

  1. Bom dia...Linda!! Uma beleza natural, sem essas de silicone ou adereços feito botox, amei!
    Não fazem celebridades como antigamente, hoje todas são na maioria das vezes, ARTIFICIAIS, de plastico...rsrs...Bons tempos de outrora, beleza real e natural! Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi, Herculano! Vi na internet que as investigações sobre a morte misteriosa estão sendo reabertas. Preciso ver Juventude Transviada. Nunca assisti direito. Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Herculano, relamente, ela foi uma linda mulher e uma atriz imporante.
    Um abração. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Que mirada tan enigmática. Descanse en paz Natalie Wood.

    ResponderExcluir
  5. !!!!!!!!Belíssima!!!!!!!!
    Desde "Rebel Without a Cause"
    que estou apaixonado.

    Reabriram o inquérito sobre sua morte, mas...

    ResponderExcluir
  6. Linda Lembrança! Nossa, me veio cenas de Ilusão também se vive.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Realmente, Natalie Wood era linda. Um abraço, Herculano!

    ResponderExcluir
  8. Bela mesmo. O olhar dela... É um mistério que nunca será reaberto.

    ResponderExcluir
  9. Belíssima atriz! Presença marcante em um dos meus filmes favoritos: Splendor in the grass.
    beijoss

    ResponderExcluir
  10. realmente uma mulher lindíssima, com um olhar encantador...
    e como tantos outros, foi-se embora muito cedo..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  11. Uma oportuna lembrança de uma mulher lindíssima e uma actriz notável!

    ResponderExcluir
  12. Merece sim e ainda bem que o fizeste.

    Agrdeço também a visita ao meu humilde Blog.

    Abraço
    BShell

    ResponderExcluir
  13. Temos um ponto em comum. Eu sempre
    gostei de Natalie Wood. Boa homenagem.
    Um abraço
    Irene

    ResponderExcluir
  14. Caro amigo,
    Estou com um novo blog: CINZAS E DIAMANTES. Já linkei o seu blog nele. Desta vez falo sobre literatura, história, política, comportamento, música, teatro e muito mais.
    Apareça! Abraço bom!

    Cinzas e Diamantes

    ResponderExcluir
  15. Uma bonita lembrança tua ou uma bela homenagem? Talvez ambas?

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Caro amigo

    E nestas lembranças
    se resgata
    do esquecimento,
    uma atriz
    que imortalizou-se
    pelo talento
    em tempos
    de um cinema simples,
    e ao mesmo tempo belo.


    Que a alegria
    faça folia
    em teu coração.

    ResponderExcluir
  17. Elegantemente bela.

    Gosto de “Amor, Sublime Amor”.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  18. Bravo: até que enfim um freio na babação a divas frias, feias e sem talento e uma pequena ode a uma mulher linda (de verdade!) e boa atriz! Que olhos... Quanto a Lago, bravo, novamente: além da ironia fina sobre o interessa midiático (eles têm que se mostrar interessados, vez ou outra, por algo que não sejam as suas entranhas para que possam, vez ou outra, apor aqueles ridículos 'slogans' do tipo "Aqui tem cultura"...), lembraste um momento magicamente rico de sua obra em grande parte desconhecida! Eu já fui por outro lado: trouxe o corriqueiro do seu trabalho em meio a uma homenagem pessoal. Meu abraço!

    ResponderExcluir
  19. “Juventude Transviada” é o melhor! \o/

    ResponderExcluir
  20. Entre ter talento e ser cultuada por quem quer que seja, e qual meio seja, e em qual tempo seja, há uma grande distancia.
    E tu só citaste "clássicos"!

    Abraço, Herculano!

    ResponderExcluir
  21. Natalie Wood foi uma das mulheres mais lindas que eu vi e que amei. Parabéns!
    Abraços

    ResponderExcluir
  22. uma das maiores DIVAS do cinema q conheci ...

    ResponderExcluir
  23. Natalie tinha muito medo de morrer afogada após uma cigana ter previsto o destino dela à sua mãe e disse "pra ela ter medo da água escura"[carece de fontes]. Ela dizia em entrevistas que amava ficar envolta em água, mas não dentro dela. Ironicamente, o seu maior temor foi a causa de sua morte, em circunstâncias nunca esclarecidas. Texto tirado da http://pt.wikipedia.org/wiki/Natalie_Wood.

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails