domingo, 17 de julho de 2011

(...)

Pablo se irritava ao ser chamado de garçom, tecnicamente ele possuía outra função, algo afrancesado, ainda assim não compreendia como isso afetava seu ego. Apenas para chatear, nada mais, eu sacava um “garçom, por favor”, quando menos ele esperava, em troca eu recebia um simpático olhar de desprezo. Com o tempo ele parecia não se importar, mas fingia. Certa feita, Pablo quis saber o que eu tanto anotava: são meus riscos, respondi. Não satisfeito ou curioso, ele passou a recolher todos os meus tolos versos que ganhavam a lixeira – exercícios poéticos, no máximo. No entanto, só descobri essa coleta muito depois, na mesma época em que ele começou a implicar com os meus cigarros.


21 comentários:

  1. Cuidado, ou ele pode descobrir se tiver algum segredo.
    Tô adorando esses Fragmentos...

    A Léa Seydoux é a musa?
    (só por curiosidade)

    ABRAÇO! ^^

    ResponderExcluir
  2. Herculano!

    Eu faria a mesma coisa. Versos ou rabiscos, podem ser desenvolvidos. Esperto esse Pablo!

    MUITO BOM!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  3. Sabe coisas sem explicação?Pois é, o texto fala por si só, e eu gostei muito.

    ResponderExcluir
  4. Acompanhando
    e tentando
    juntar
    esse
    quebra-cabeças.

    ResponderExcluir
  5. Coincidência, assisti La Belle Personne esses dias. Adorei o escrito.

    ResponderExcluir
  6. Pablo poderia fazer o prefácio do livro, o que, possivelmente, nunca existiu também.

    ;)

    ResponderExcluir
  7. Fragmentos com brilho próprio
    Um grande bj querido amigo

    ResponderExcluir
  8. belos fragmentos, sempre inspiradores.

    ResponderExcluir
  9. Poemas que começam em guardanapos nos cinzeiros, lindo de viver. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  10. Pablo cuida do produtor de escritos, não quer que ele morra de enfisema pulmonar antes de ter o livro pronto...

    ResponderExcluir
  11. Quando se lê algo que alguém escreve,passa-se a ter uma intimidade tão grande a ponto de criticar seus mais óbvios defeitos.
    Muito bom esse fragmento.Adorei!

    ResponderExcluir
  12. Esses rabiscos revelariam uma alma?Ou seriam mergulhos submersos em mistérios maiores?

    ResponderExcluir
  13. "São meus riscos"
    é de um duplo sentido
    memorável.

    ResponderExcluir
  14. Realmente é um texto que fala por si.

    muito bom!

    ResponderExcluir
  15. Cara implicante! rs

    Um beijo, meu amigo, e ótimo dia!

    ResponderExcluir
  16. caracolis ... estes fragmentos estão a alimentar minha alma ... que coisa fantástica ...

    ResponderExcluir
  17. Ai, o que será que tinha nestes papeis? :o

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails