sexta-feira, 15 de julho de 2011

(...)

Ultimamente, minha vida se resume aos bares que percorro pela noite e as tardes que passo no Café Terrasse – aprecio, principalmente, suas mesas de madeira, ainda vazias, ao entardecer. Não tenho todo tempo do mundo, como cantou uma alma inquieta, mas possuo mais tempo livre do que deveria. Costumo pedir sempre o mesmo expresso com canela, que deixo descansar enquanto molho meus lábios com água com gás ou tento misturar sua fumaça com a fumaça do meu Charm, mas elas fazem questão de se manterem heterogêneas, numa luta, numa dança. Antes que outras pessoas contaminem o ambiente,  rabisco alguns poemas que geralmente vão parar no lixo. Procuro evitar verbos auxiliares, adjetivos, estrofes, títulos e letras maiúsculas, mais por implicância do que por estilo. Procuro evitar, também, amores que durem mais de uma estação, porém dificilmente consigo.

29 comentários:

  1. Evitar... eis aí uma luta inútil.

    ResponderExcluir
  2. Vc criou um curta, um poema, uma coisa linda! desculpe o adjetivo.

    ResponderExcluir
  3. Agora vc se deu mal,
    pois vamos querer
    ler os outros
    fragmentos.

    ResponderExcluir
  4. Retirar tudo o que eu disse, reticenciar que eu juro...
    Descubro certas coisas anormais, sinais especiais, sempre que venho aqui...

    Abraço espiritual,
    Ramúcio.

    ResponderExcluir
  5. Não temos o controle de nada, nem de nossas fumaças ou letras que insistem em sair da maneira que não gostamos... mas assim elas querem...tudo tem vida própria!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. AH este fragmento está pra lá de bom. Continua !

    ResponderExcluir
  7. Um romance que nunca existirá um bom título viu...

    ResponderExcluir
  8. Quando o amor chega não dá pra evitar...
    bjs e paz!
    http://guerradosmundosleka.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Tenho quase todo o tempo do mundo, que deveria estar apto para obrigações das quais fujo. É como seu eu não tivesse tempo nenhum...

    ResponderExcluir
  10. As palavras se tornam sentimentos nas mãos dos mestres.

    Parabéns

    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Não sei, mas achei mais para lamento que fragmento!

    MUITO BOM!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  12. Quase vi esse bar de tão boa a descrição. Talvez tenha aguardado o poeta ir embora para pegar os papéis amassados e ler os poemas enquanto, contra vontade, lembro de algum amor.



    Abraço

    http://asiloparagatos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Legal!
    Lembrei desse poema: http://palavraleste.blogspot.com/2010/09/receita-pra-se-fazer-poema.html
    abç

    ResponderExcluir
  14. Pois, mais que um mero problema sim...

    ResponderExcluir
  15. Uma pena não existir.. Se cuida :)

    ResponderExcluir
  16. Se eu encontrasse numa prateleira de livraria um livro com o título FRAGMENTOS DE UM ROMANCE QUE NUNCA EXISTIRÁ com certeza levaria para casa.

    ResponderExcluir
  17. Você como sempre! dispensa comentários, vou aguardar os outros fragmentos..lindo adorei...
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Compre uma caderneta e uma caneta para levar dentro da bolsa, essa é uma grande ajuda. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  19. voce é sempre surpreendente!!!

    www.robertavladya.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Esse texto deu uma sensação boa de ler.
    A cena de um cara em um café rabiscando textos é tão nostálgica, clássica.
    Muito bacana,
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Que bonito. Tenso. Confuso. Real.

    ResponderExcluir
  22. Poeta Herculano, eu já havia comentado aqui, mas não apareceu. Agradeço seu comment, e digo que, caso rabisque poemas, não os jogue no lixo, traga-os aqui.

    ResponderExcluir
  23. Amores nao deveriam ser evitados por causa do tempo que venham a durar... nada é eterno mesmo...


    Um belo domingo!

    ResponderExcluir
  24. você, definitivamente, ganhou uma leitora agora.

    ResponderExcluir
  25. Uma experiência quase sinestésica, suas palavras viraram cores, perfumes e sabores...

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails