segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

UM ANTIGO POEMA TRADUZIDO

EN FAISANT LES VALISES
(Arrumando As Malas, Herculano Neto)
Tradução para o francês: Pedro Vianna


 Vídéo ancienne,
 photo ancienne
 fausses cartes,
 tout un peu faux
 quelque peu opaque et déformé

“Tu n'as jamais essayé d'être mon ami”
 c'est ce qu'elle a dit avant de se tirer,
 sans Kerouac
 avec Baudelaire
 et sans la patience
 de quelqu'un qui attend des changements.

***

ARRUMANDO AS MALAS

Vídeo antigo,
foto antiga,
cartas falsas,
tudo um pouco falso
um tanto opaco e distorcido.

“Você nunca tentou ser meu amigo”
foi o bilhete que ela deixou
antes de botar o pé na estrada:
sem Kerouac
com Baudelaire
e sem a paciência
de quem espera por mudanças.


ESCUTE O POEMA RECITADO PELO AUTOR AQUI

42 comentários:

  1. O cansaço e frustração engolem qualquer sinal de paciência.
    Muito bom. ^^
    =*

    ResponderExcluir
  2. É, mudanças exigem paciência sim...Belíssimo.Abraço, poeta.

    ResponderExcluir
  3. mais uma dos seus poemas fatais pela sutileza.

    ResponderExcluir
  4. Herculano,
    Você é bom em qualquer idioma, você que fala a língua universal do lirismo incomedido: com Bandeira, sem dar bandeira...
    Sou fã de ser fã...

    Abraço sem faz de conta nem fita,
    Ramúcio.

    ResponderExcluir
  5. Se nada incomoda... se nada distrai... nada faz sentido... pois o sentido é incomodado por formas, aromas e gestos.

    Gostei da voz... bom te ouvir.

    ResponderExcluir
  6. Em muitos amores é tudo um pouco falso, um pouco opaco e distorcido. Boa escolha a de Baudelaire. Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. As crianças gritam e não me deixam te ouvir.

    Hoje eu ainda acho que, conforme evoluiu e com o tempo a gente perde um pouco da capacidade de ser.

    interessante poder te ouvir.
    agora as crianças foram libertadas e já posso te ouvir.

    ResponderExcluir
  8. A necessidade de livrar-se dos sentimentos é tanta que é preciso gritar, repetir, e(s)coar pelo mundo?

    E por fim o murmúrio da dor...

    Ao menos levou o Baudelaire, para embriagar-se de poesias...

    ResponderExcluir
  9. Adorável seu espaço!
    realmente, para se esperara por mudanças há que se ter muita paciência mas ela saiu assim...
    Deixo-te um abraço

    ResponderExcluir
  10. La poésie dépasse les bornes de la langue.

    ResponderExcluir
  11. por vezes as mulheres, os amantes podem ser cruéis!

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu a entendo!!!

    Obrigada pela tradução...!

    ^_^•

    ResponderExcluir
  13. Oi tudo bem? to passando pra dizer que seu blog ta lindão,amei a postagem um beijo e uma ótima semana;*

    ResponderExcluir
  14. A mudança nunca vem; esperar por isso é o erro clássico das mulheres.

    ResponderExcluir
  15. Gosto dessa moça que bateu cartas e se foi e gosto desse rapaz de olhos distraídos.
    bj.

    ResponderExcluir
  16. já era a veia microcontista que se mostrava em plena pulsação. ouvi-lo é dramático e entorpecente.

    ResponderExcluir
  17. Te indiquei para o selo Stylist: http://aguriadourada.blogspot.com/2011/02/eeeeehhhhhh-viva-o-blog-guria-dourada.html

    ResponderExcluir
  18. Mais uma boa escolha.

    O fim é assim mesmo, acabou a paciência só nos resta bater a porta e não olhar para trás.
    Beijos
    Gemária Sampaio

    ResponderExcluir
  19. Mudanças, são tão esperadas mas nos causam medo ao mesmo tempo. Pelo menos está sendo assim comigo, um moemnto assustador de reviravoltas.

    ResponderExcluir
  20. Por vezes espera-se demais... e a paciencia acaba-se...
    Bonito poema.

    ResponderExcluir
  21. Caro amigo, "a vida não para", mas é preciso exercício, a paciência é uma prática.Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Esse é um dos melhores.. Saudade de você! Sorte..

    ResponderExcluir
  23. E haveria alguma mudança?
    Lindo blog, sigo-te
    Um bj querido amigo

    ResponderExcluir
  24. nossa lindo demais, tudo nesse blog!

    encantador, vou seguir =)

    ResponderExcluir
  25. As vezes as mudanças tem que acontecer já e nem dá para esperar.

    ResponderExcluir
  26. oiee..lindo! adorei o blog e principalmente suas palavras.
    bjusss
    http://lojinhav.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Das imagens antigas, os mesmos sentimentos e a espera pela mudança de tempo qualquer...

    Intenso.

    Abraços

    ResponderExcluir
  28. Como é gostoso passar por aqui. Eu sempre aprende mais com você! Voltarei outras vezes.

    Bjs
    Isaías

    ResponderExcluir
  29. Simples e profundo.
    Me encantei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Fantastic! Herculano se brise les limites de son art ... félicitations cher

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  31. Bonito, mas muitas vezes, só nos resta botar o pé na estrada...

    Fique com Deus, menino Herculano.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  32. Adorei...Sem Kerouac,sem Baudelaire,sem paciência...

    ResponderExcluir
  33. Ouvi os poemas recitados e achei muito bom, poeta!

    ResponderExcluir
  34. Esperar mudanças no Outro...ainda não sei o que é mais difícil: talvez, seja um subterfúgio para postergar a mudança dentro de nós mesmos e, enfim, tomar uma atitude. Até mais!

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails