quinta-feira, 14 de outubro de 2010

ESSES ESSES


esses esses
(Herculano Neto)

esse gosto de já
na minha boca

esse cheiro de vá
na minha roupa

esse gosto de medo
em outras bocas

esse cheiro de perfume barato

Poema adolescente publicado originalmente num fanzine de poesia, em 1996 (o título citava uma gíria baiana da época). Na antologia OS OUTROS POEMAS DE QUE FALEI (Prêmio Banco Capital de Literatura, 2004) ganhou nova versão. Agora, ao revisitá-lo, torno a brincar com os versos. A atriz dinamarquesa, Anna Karina, musa da Nouvelle Vague, ilustra a postagem.

48 comentários:

  1. Herculano, eu curto demais essa liberdade vocabular: cada palavra ou gíria é o registro de um tempo, de uma época...

    Gosto imenso do seu jogo de rimas, de idéias, de cenários e de imagens. A moça da foto (a atriz) demonstra em seu olhar um mundo de insinuações: uma mescla de ingenuidade com devassidão; ironia com infantilidade; promessas a cumprirem-se ou náo.

    Tá gostoso demais o poema.

    Abraço!

    ;)

    ResponderExcluir
  2. Esse jogo de palavras soa muito bem ao meu ver.

    ResponderExcluir
  3. Adorei essa duplicidade, Herculano,

    de já... deu, foi, é

    vá... a luta, a vida

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. um poema que deixa em aberto muita coisa. e que faz isso propositalmente. assim o li. assim o considerei muito, muito bom.

    grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Poema atrevido! Bonito, bonito!
    Beijão.

    ResponderExcluir
  6. Já conhecia essa poesia do livro OS OUTROS POEMAS DE QUE FALEI. Gosto muito do "já" durante e "vá" depois. Curiosas as anotações do poeta, muito bom compartilhar esses bastidores. E Anna Karina era linda demais, mas o tempo é cruel.

    ResponderExcluir
  7. Não sei se me perdi primeiro
    nos versos ou
    nos olhos
    desta Anna...

    Agora resta, achar-me novamente...

    ResponderExcluir
  8. Ah, ia esquecendo...
    Achei super bacana ter disponibilizado "Mais uma dose", já baixei e me deleitei pelas páginas impressas de sentimento.
    Gostei muito!
    Abraços e sucesso aos dois autores!

    ResponderExcluir
  9. Essas palavras que grudam
    e não saem nem caro
    nem barato
    porque não tem preço.

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Até pode ser um ambiente comum e sem encanto, usar acessória de uma loja de 1,99 e coisas afins, mas quando a gente sente algo com o coração, tudo é especial, não é?

    Fique com Deus, menino Herculano.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Caro amigo,muitas vezes cabe a teimosia,mesmo que mandem-me embora, pestanejo antes de ir com emu perfume barato... Abraço.

    ResponderExcluir
  12. lindo e solto, como um poema deve ser.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns belo post!!!

    Muito bom!

    Acesse meu espaço...
    http://mailsonfurtado.blogspot.com

    Sorte sempre!

    ResponderExcluir
  14. amei seu blog, aproveitei e já coloquei nos meus favoritos, os textos que tem aqui e as informações me interessaram bastante...gostei da postagem do dia 22 de fevereiro, que intitula-se POR QUE VOCÊ FAZ POEMA! Muito boa....

    Aproveito e deixo o convite para que sigas meu blog, faço esse pedido com carinho:

    http://passossilenciosos.blogspot.com

    Espero sua presença! Bjos

    ResponderExcluir
  15. mas como é que vocês portugueses do Brasil têm tanto jeito para poesia? eu nao dou nada a nao ser na prosa nessa sim , sou menina. kis :)
    parabéns pelas palavras. lindas.

    ResponderExcluir
  16. É o amor às pressas que deixa rastros em todos os sentidos.

    abraços

    ResponderExcluir
  17. São "esses", Herculano, que não sei se vão ou se ficam...

    Muito bom mesmo! Curto e certeiro.

    Beijinhos, querido.

    ResponderExcluir
  18. Poema adolescente? Ah, a liberdade da juventude!

    Abraços,

    ResponderExcluir
  19. Palavras provocantes e desafiadoras!!
    bjos

    ResponderExcluir
  20. São esses esses de um presente, que se tornam aqueles um dia para não morrer jamais!

    E que a poesia sempre viva! \o/

    um beijo!

    ResponderExcluir
  21. é uma delicia ler o que vc escreve!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  22. Isso é um poema adolescente? Nossa espero um dia conseguir ser igual a essa (e) adolescente!
    Amei o jogo de palavras, muito bem 'colocado' digamos assim.

    Desculpe-me, não me apresentei, meu nome é Thaís Wunder, sou dona de um blog chamado e Mentes
    (http://coracoes-mentes.blogspot.com), no qual publico meus 'desabafos', não são muito bem escritos, mas dá para entender. Enfim acho que voce percebeu que amei o seu blog, ja estou seguindo, se quiser passar lá no meu ou ate mesmo seguir -se não for pedir muito. Beijones

    ResponderExcluir
  23. Bela poesia, curta e objetiva.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  24. Adorei a fluidez das palavras... Twittei junto a seu link e recebi bastantes replys... ^^

    Bom como sempre passar por aqui, adorei tbm a critica ao tropa de elite, que pretendo assistir assim q possivel.

    Acho que não comentei ainda... Mas recebi um selo semana passada, o primeiro q ja me indicaram, e indiquei vc por sequencia. Não sei se vc adere a essas correntes... Enfim. Indicação feita, aviso dado. ^^

    Abraços HN

    Meu Blog a quem quiser visitar:

    http://codignolle.blogspot.com

    Meu Twitter a quem tiver:

    http://twitter.com/guicodignolle

    o/

    ResponderExcluir
  25. Taí! Ponto pra vc. Adorei.
    Bjs
    http://ameninaqueroubavaasimesma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Muito bom :)
    Oi, obrigada pela visita e comentário no meu blog. Onde você o encontrou?
    Ótima semana,
    narradorapersonagem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Quando se acaba de ler tem-se a sensação de evasão enviesada,em brevidade.Bom demais.

    ResponderExcluir
  28. Medo existe em muitas bocas.O que uma nova versão não faz né?
    enfim,belo.
    bjo

    ResponderExcluir
  29. Eu preciso ter a coragem de publicar meus poemas adolescentes... São muitos... Meu abraço poético.

    ResponderExcluir
  30. Invadi seu espaço... Quero ficar!

    Sou posseira... mas fique sabendo que só invado sítios férteis...

    Meus poemas adolescentes... os escrevo até hoje!

    Encantada!

    ResponderExcluir
  31. No coração da Igreja, minha mãe, eu serei o amor!

    Santa Teresinha do Menino Jesus...

    ResponderExcluir
  32. não gosto de perfume. seja barato ou caro.

    ResponderExcluir
  33. Adorei o poema...e tbm o seu recanto.

    bj
    .
    L!zza

    ResponderExcluir
  34. Gosto das duas versões.
    Talvez menta seja melhor que medo...não sei. Sabores diferentes.
    E Anna Karina, belíssima.

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails