segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

ONDE MORA A SAUDADE

Santo Amaro (BA) é uma cidade de passado, de história. É uma cidade bucólica que vive da nostalgia dos seus moradores, do orgulho massapezeiro, do bairrismo por vezes exagerado. Uma cidade de energia, de magia. Santo Amaro é uma cidade aprazível, de uma tranquilidade quase modorrenta, onde o tempo corre com graça e com mais vagar, sem pressa de chegar. É uma cidade boa de descanso, de guarida, lugar pra apear e fincar raiz. Santo Amaro também é a terra do já teve, a terra do já foi – aforismo repetido com humor por gerações. É mãe de filhos ilustres, mas em Santo Amaro quem mora é a saudade. O visitante desavisado, num primeiro momento, pode ficar decepcionado. Afinal, em Santo Amaro não há muito que fazer, que se vê. Mas em Santo Amaro o seu melhor não é tangível, apenas se sente, e quando se sente é difícil viver sem. No entanto, a violência oriunda do narcotráfico, germe que já contaminou os grandes centros urbanos, invadiu suas ruas, seus becos, seus jovens; eliminando a paz e a calma do lugar. As autoridades competentes fecham os olhos e as pessoas as suas portas, não há mais a cadeira na calçada no final da tarde, somente a desconfiança.
Em Santo Amaro vive o medo.

Um comentário:

  1. Existe o medo que nos assombra,amigos que vemos indo pra não mais voltar,vemos a angustia do esquecimento,o emburrecimento,a infância roubada,portas trancadas,a volta pra casa corrida e a frase:-Bem pouco!
    Mas existe os filhos,existe a fé,existe a luz e principalmente o amor por essa gente,não devemos Herculano deixar que o melhor "O TEMPO ESCONDA,LONGE MUITO LONGE"!Devemos estar por perto,doendo mas procurando a cura!

    ResponderExcluir

Comente apenas se leu a postagem.
Comentários anônimos serão recusados.

Related Posts with Thumbnails